Etiquetas

, ,

felizpascoa

Páscoa sempre foi uma das datas mais festejadas desde a minha infância. Descendente de alemães, minha família manteve muitas tradições pascais ao longo dos anos, e uma das que eu mais curtia era decorar as casquinhas de ovos para enchê-las com amendoim açucarado.

Ovo mesclado feito com a técnica da tinta esmalte na vasilha com água

Ovo mesclado feito com a técnica da tinta esmalte na vasilha com água

Casquinhas pintadas e decoradas com o coelhinho do kit de Páscoa

Casquinhas pintadas e decoradas com o coelhinho do kit de Páscoa

Mesmo depois que saí de Santa Catarina para o Rio fiz questão de manter algumas dessas tradições, e a da pintura de casquinhas era uma delas. Depois que o Nicholas nasceu, então, as comemorações se intensificaram. E esse ano, às vésperas de completar cinco anos, ele participou ativamente dos preparativos. E curtiu muito. A cada dia pedia para pintar mais ovos e ajudar com as outras coisas. Mostrei aqui o passo a passo de como pintar as casquinhas e a alegria do Nick em decorá-las.

Nicholas e os ovos recém-pintados

Nicholas e os ovos recém-pintados

Além das cascas de ovos, também pintamos ovos de isopor ocos que foram recheados com chocolates para que ele levasse para os amigos da escola. Ele escolheu as cores para cada amigo, pintou, ajudou a encher os ovos e foi todo feliz carregando a sacola de ovos pela rua.

Para identificar os ovos dos amigos, depois de envolvê-los em papel celofane, prendi etiquetas que fazem parte do kit de Páscoa da Katia Bonfadini, que utilizei em várias outras peças da decoração desse ano. As padronagens do kit trazem os tons pastéis tradicionalmente usados nessa comemoração e um coelho que protagoniza variadas peças do conjunto.

Ovos de isopor para os amigos do Nick

Ovos de isopor para os amigos do Nick

A próxima peça a ser preparada depois dos ovos foi a árvore de Páscoa. Apesar de também fazer parte da tradição alemã, onde é chamada de Osterbaum, esse não era um costume comum em nossas comemorações. Pois esse ano resolvi preparar uma, mas a primeira dificuldade foi encontrar os galhos secos.Depois de procurar até em floriculturas, eis que uma chuva com fortes ventos deixa como saldo uma montanha de galhos junto à árvore do outro lado da rua. Nicholas se divertiu catando galhos e trazendo-os para casa, muitos ainda com folhas, que foram selecionados e pintados a quatro mãos na cor branca.

Muitos costumam enfeitar a árvore com as próprias casquinhas pintadas, mas como eu iria usá-las para encher de amendoim, resolvi criar outros enfeites: os “pomander eggs”, feitos com ovos de isopor, fitas e flores recortadas de papéis impressos com padronagens do kit (ensinei a fazer os pomander eggs nesse post). As flores que sobraram colei diretamente nos galhos, reproduzindo uma árvore florida.

Detalhe da Árvore de Páscoa

Detalhe da Árvore de Páscoa

Juntei alguns outros elementos para compor uma árvore que representasse o florescer da vida. Borboletas pousadas nos galhos e um ninho, com ovinhos de chocolate e um pássaro, feito em origami também com uma padronagem do kit. E, para que que a decoração sobressaíse, além de a árvore ser branca também usei como recipiente um baldinho de metal branco e pedrinhas brancas de áquario sobre as pedras maiores que estavam no fundo dando sustentação.

Árvore de Páscoa

Árvore de Páscoa

A árvore ocupou o centro da mesa e o resultado é que foi a peça que fez mais sucesso entre os convidados. Ao lado dela coloquei um porta-retratos branco com uma peça do kit que traz o coelho e um balão de diálogo, onde dava as boas-vindas e desejava uma Feliz Páscoa aos convidados. Gosto de sempre usar esse porta-retrato nas festas com o tema escolhido. Fora do porta-retrato, colei alguns ovos recortados do kit para criar um efeito na moldura.

Quadro de Páscoa

Quadro de Páscoa

Resolvemos fazer nossa comemoração na parte da tarde, com um lanche para alguns convidados, mas à medida que o tempo passava ela foi ficando mais intimista. Isso porque muitas pessoas costumam passar a data em família. Como seriam poucas as pessoas presentes, resolvi concentrar toda a comida (doce e salgada) na mesa de jantar (que é bem grande) e usar o buffet, que normalmente uso para os doces, para expor alguns objetos pascalinos colecionados ao longo dos anos. Os mais recentes são dois ovos decorados que Marco trouxe da Romênia há dois anos, uma tradição também por lá. Um deles é pintado e o outro é decorado com pequenas contas.

Mesa de Páscoa

Mesa de Páscoa

Ovos romenos: casquinhas decoradas com tinta e contas

Ovos romenos: casquinhas decoradas com tinta e contas

Na mesa procurei distribuir os salgados de um lado e os doces de outro. Como eram poucas pessoas e um lanche, não almoço, concentrei as opções salgadas em uma quiche de alho poró, uma das especialidades da minha mãe que sempre costuma acabar rapidinho, e enroladinhos de salsicha feitos com massa folhada. Como terceira opção fiz um pão de cenoura que, apesar de levar açúcar e mel na massa, ficou com um sabor neutro, nem doce, nem salgado.

Os salgados

Os salgados

Eu simplesmente adoro fazer pães, e experimentar receitas novas. Então, quando vi circulando na internet a foto de pãezinhos em forma de coelhos e a receita para fazê-los no saber de cenoura, não tive dúvidas: eles estariam na mesa de Páscoa aqui de casa. Com o tempo corrido, não tive tempo de fazer a receita antecipadamente para ver o resultado e depois repeti-la para o domingo de Páscoa. Fiz uma única vez, na véspera. O resultado? Um pão delicioso, mas sem ter um sabor muito forte da cenoura, e que rende muuuuuito. Era massa que não acabava mais. Já quanto à forma, acredito que no próximo ano eles saiam mais parecidos com coelhos…rs… A brincadeira aqui em casa foi descobrir novos bichinhos com os quais os pães podiam ser identificados. E, como era muita massa, resolvi não fazê-los todos em tamanho pequeno, o que demandaria um tempo enorme moldando-os e assando. Assim, criei um coelhão para acompanhar os coelhinhos, e poupar tempo.

Pão de cenoura em formato de coelhos

Pão de cenoura em formato de coelhos

Já no quesito doce, além das casquinhas pintadas e recheadas com o amendoim açucarado, fiz uma gelatina mosaico, reproduzindo as cores do kit, que coloquei em copinhos, além da gelatina de abacaxi com coco da minha mãe. Assim como no Natal, não pode haver Páscoa aqui em casa sem biscoitinhos enfeitados. Esse ano fiz os biscoitos em formato de coelhinhos, ovinhos e passarinhos.

Os doces

Os doces

Gelatina mosaico

Gelatina mosaico

Biscoitos de Páscoa

Biscoitos de Páscoa

Para o bolo, que também não pode faltar, resolvi testar uma decoração que tem sido muito usada, adaptando-a ao tema da comemoração. Fiz um bolo kit kat, aquele que usa o chocolate de mesmo nome para circundá-lo e confeitos coloridos na parte de cima. Para finalizar, uma fita ao redor terminando com um grande laço frontal. Fiz algumas modificações: em vez de circundar o bolo totalmente com o chocolate, na parte da frente coloquei um chocolate em formato de coelhinho; na parte de cima cobri com coco ralado tingido de verde e, sobre ele, em vez dos confeitos coloridos coloquei ovinhos de chocolate colorido pequeninhos. Com isso, tive de abrir mão da fita, pois o espaço onde iria o laço já estava ocupado pelo coelho. Como era muito chocolate junto (recheio e cobertura), enfeitei a base do bolo com algumas frutinhas physalis que, como são azedinhas, deram uma equilibrada em tanta doçura. Além de que, visualmente, com suas folhas em formato de cálice, deram um toque a mais à decoração.

Bolo de Páscoa

Bolo de Páscoa

E não posso deixar de falar da toalha da mesa. Desde que me entendo por gente, em toda Páscoa a mesa é coberta por uma toalha de linho da minha mãe bordada lá em Santa Catarina, quando eu nem era nascida. Essa toalha era uma das coisas que mais me encantava quando pequena, pois seus bordados são extremamente coloridos e lúdicos, com coelhos, cestas de chocolate, ovos, pintinhos saindo da casca, flores, árvores e todo tipo de elementos que remetem à tradição da data. Não tive dúvidas e lancei mão da toalha para cobrir a mesa, que combinou perfeitamente com as cores e padronagens das outras peças. A própria toalha já era um elemento decorativo por si só.

Detalhe da toalha

Detalhe da toalha

E que venha a próxima Páscoa!

Nicholas na mesa de Páscoa

Nicholas na mesa de Páscoa

About these ads