Etiquetas

, ,

Parafraseando Milton Nascimento, esse é o espírito das bibliotecas itinerantes. Mas também há livrarias aderiando à estratégia para chegar aos lugares onde as opções são escassas.

O barco Ahoy, que data de 1920 e hoje é chamado de “Word on the Water” (Palavra sobre as Águas), atraca e comercializa livros em diferentes cidades europeias. A primeira função do pequeno barco foi carregar carvão na Holanda. Na décadas de 60 ele foi transformado em uma casa e desde o ano passado serve como uma livraria sustentável e com um toque de antiguidade.

O Ahoy é equipado com peças que foram recuperadas e reaproveitadas. A lareira, movida a lenha, ainda está intacta, além dos móveis antigos, que mantêm o perfil clássico do “comércio marítimo”. Algumas prateleiras foram feitas a partir de caixas de vinho, enquanto outros livros estão espalhados pela mobília original do barco.

via Ciclovivo

Veja agora outros exemplos criativos colhidos na rede de bibliotecas e livrarias itinerantes criados a partir caminhões, ônibus, carrinho de pipoca, bicicleta e até mala.

Anúncios